Perante o Covid – não baixe a guarda

Há mais de um ano que a pandemia de Covid-19 veio mudar drasticamente as nossas vidas. Tivemos todos de nos adaptar a uma nova realidade, forçada e pouco conveniente para alguns, devastadora a nível profissional e pessoal para outros. 

A realidade é que não há dúvida que vivemos um dos tempos mais desafiantes deste século e o impacto deste desafio nas nossas vidas é inegável.

Já muito se escreveu e ainda muito será escrito sobre este evento e sobre o quanto mudou as nossas vidas colectivas. 

Esta mensagem não visa ser uma mensagem mais apontando o que todos os dias vemos e lemos nas notícias. Não visa ser mais uma mensagem no meio de muitas que apenas apela à cautela e estoicismo de quem a lê. 

É tudo isso, sim, mas mais do que reiterar as dificuldades que a pandemia nos trouxe, visa lançar um apelo apoiado numa mensagem de esperança. 

Não pretendemos falar de números para “assustar”. Não pretendemos reiterar as condicionantes, horários, limitações, regras e recomendações. Pretendemos acima de tudo dar ânimo aos Freamundenses.

Como uma instituição de cariz público e que zela pelo bem-comum, a Junta de Freguesia de Freamunde tem, por inerência, a missão de elevar o nome de Freamunde o máximo possível. Temos a obrigação de enaltecer o comportamento exemplar da nossa população na luta contra a pandemia e de ressaltar o orgulho que todos devemos ter na nossa comunidade mesmo em momentos desafiantes como o que vivemos. E temos o dever moral de apelar aos Freamundenses que, apesar do cansaço, apesar da frustração, apesar da falta de contacto e proximidade que são apanágio da nossa identidade, continuem a dar o exemplo. O dever moral de relembrar que, apenas com o esforço continuado neste combate desigual contra um adversário ilusivo e invisível, conseguiremos reconquistar a tão almejada “normalidade” que nos tem sido negada por um desafio à escala global para o qual ninguém estava preparado. 

Continuem a dar o exemplo individualmente, mas com a consciência de que o fazem por todos. Aos poucos veremos, aqui e ali, brotar outra vez a chama da nossa identidade em momentos de convivência e união tão típicos do povo de Freamunde. Até melhores dias, e com a esperança de que estes virão rapidamente, a todos os Freamundenses pedimos que não baixem a guarda! 

Protejam-se, protejam os vossos, protejam os nossos. Por todos. Por Freamunde.

Seja Assinante

Promovemos Freamunde em todo o mundo. ASSINE aqui e, por 25 euros ano, tenha acesso a todos os conteúdos sem limite.

Não excluímos ninguém. Se não pode pagar o valor acima indicado, visite-nos ao sábado entre as 10 e as 12h00, na Rua do Comércio 125, em Freamunde, para encontramos uma solução.