Município – Dívida continua a diminuir e investimento a crescer

A Câmara Municipal aprovou na segunda-feira as contas referentes ao ano passado e anunciou em comunicado que manteve a trajectória de diminuição da dívida e o aumento de investimento no concelho

COMUNICADO

Em reunião do executivo municipal realizada esta segunda feira, foi aprovada a prestação de contas referente ao ano de 2020.

De acordo com o vereador do pelouro das finanças, Joaquim Sousa, o documento revela a boa saúde financeira do município, facto que foi fundamental para que a Câmara Municipal pudesse, num ano a todos os títulos excecional, implementar um conjunto de medidas extraordinárias no âmbito da pandemia da COVID-19.

Da prestação de contas de 2020 e como refere o Vereador das Finanças, destaca-se o seguinte:

  1. I) Resultado Positivono valor de 2,4 milhões de euros, situação que se repete pelo sexto ano consecutivo;
  2. II) Diminuição dos Gastos Operacionaisrelativamente ao exercício de 2019 no montante de 242 mil euros;
  3. II) Diminuição da dívida total do município, fixando-se a mesma no final de 2020 em 42 milhões de euros. Esta trajetória de redução da dívida tem sido sistemática desde que o atual executivo entrou em funções. Em 2013 o valor da dívida total do município era de 68 milhões de euros. Em 2020 o valor baixou para 42 milhões de euros. Uma redução de 26 milhões euros.
  4. IV) Aexecução orçamentalda receita e da despesa foi de respetivamente, 98% e 84%. Estas taxas de execução são das mais elevadas de sempre e revelam uma boa gestão dos dinheiros públicos;
  5. V) Entre a receita corrente e a despesa corrente apurou-se umapoupança correntede 5,2 milhões de euros, poupança essa que permitiu financiar a despesa de investimento.
  6. VI) Entre 2014 e 2020 foram realizadosinvestimentosna ordem dos 21 milhões de euros.

Apesar de ainda ser longo o caminho para a total regularização das finanças municipais, atendendo à pesadíssima herança que todos recebemos por parte do último executivo municipal liderado pelo PSD, a verdade é que continuamos no bom caminho, com contas transparentes e com pagamento a fornecedores a 12 dias, concluiu o vereador das finanças Joaquim Sousa.

Texto CMPF

 

 

 

Seja Assinante

Promovemos Freamunde em todo o mundo. ASSINE aqui e, por 25 euros ano, tenha acesso a todos os conteúdos sem limite.

Não excluímos ninguém. Se não pode pagar o valor acima indicado, visite-nos ao sábado entre as 10 e as 12h00, na Rua do Comércio 125, em Freamunde, para encontramos uma solução.