ESTAMOS
À ESPERA
casa das artes
2 anos 9 meses 3 semanas 4 dias

Assembleia em duas linhas

A assembleia que marca o início de um novo ciclo de mil noites políticas decorreu ontem (com alguns novos deputados, saídos das eleições de 30 de Setembro), com promessas de diálogo, mútua colaboração e concretizada em votações aprovadas, muitas por unanimidade que vão percorrer este mandato.

As intervenções políticas, sobretudo técnicas, nas áreas da inserção social e educação, mostraram uma dicotomia fornecida por duas leituras que não se encontram, lembrando as linhas do (futuro) comboio que seguindo par a par se não encontram, embora prevejam vários apeadeiros, e se orientem para o mesmo destino – as eleições de 2025.

Seja a falar do presente, do passado ou do futuro, as duas visões mantêm-se alinhadas numa mútua vigilância que tropeça na intervenção dos eleitos, com frequentes pedidos de esclarecimento.

Até 2023 prevê-se que a viagem siga sem grandes turbulências; daí até 2025 (500 noites) é provável que entrem novos passageiros e se comece a pensar na escolha de um novo maquinista.