ESTAMOS
À ESPERA
casa das artes
2 anos 10 meses 1 dia

A soma das diferenças é igual a quê?

Quando somos muitos e diferentes que caminhos devemos percorrer para atingir um desafio comum? Talvez identificar o que nos define, também os nossos interesses e depois desenhar um caminho novo que permita renovar a (nossa) história.

Esta imagem que retiramos deste jornal Religiolook – também editado pela Rádio Freamunde e que pode visitar em www.religiolook.pt  – aconselha que tenhamos cuidado ao perceber a circunstância de cada um para percebermos o sentido das palavras, o que elas querem dizer e verificar para onde elas nos levam.

Também é importante definir o caminho do desejo colectivo. Mas antes de começarmos a viagem precisamos de perguntar a nós próprios duas coisas: para quê e porquê a queremos fazer.