Freamunde por Joaquim Pinto

No âmbito das comemorações do seu 20.º aniversário a Associação Cultural e Recreativa Pedaços de Nós editou e fez a apresentação do livro 20 Anos – 20 Pedaços de Nós, no passado sábado no Centro Escolar de Freamunde, numa cerimónia que foi apresentada por Aurora Silva Marques (Bica) e Carla Isabel Silva (Bica), tendo usado da palavra Joaquim Pinto, autor do livro, o jornalista e escritor José Carlos Vasconcelos, autor do prefácio, Cati Mendes, autora do design gráfico, Pedro Ribeiro, Presidente da A. C. R. Pedaços de Nós, Dr. Humberto Brito, Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira e José Luís Monteiro, Presidente da Junta de Freguesia de Freamunde. 

Um livro que nos traz notas biográficas e que dá a conhecer a vida e obra dos seguintes 20 freamundenses: Alexandrino Chaves Velho, António José de Brito, António Pereira da Costa, Brigadeiro Alves de Sousa, Cecília Loreira, Coronel Barreiros, D. Mercedes Barros, Dr. Alberto Cruz, Fernando Santos – Edurisa Filho, João Taipa, Gil Aires, Leopoldo Saraiva, Padre Castro, Padre Francisco Peixoto, Padre Leonel Oliveira, Pintor Santa Marta, Prof. Albino de Matos, Quim Bica, Quim Loreira e Zeca Mirra.

A edição de um que livro exigiu um grande investimento e que só foi possível concretizar com o apoio da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Junta de Freguesia de Freamunde e de 31 empresas.

Na leitura do livro é possível ficar a perceber o porquê de Freamunde ter o epíteto de Terra de Cultura, Trabalho e Paz, as origens do seu associativismo, a origem do mutualismo no final do século XIX e a sua importante e imprescindível ação social ao longo de muitas décadas, os beneméritos do final do século XIX, as circunstâncias do aparecimento do teatro no final do século XIX. Um livro que dá a conhecer algumas das pessoas que fazem parte da toponímia desta cidade, também de freamundenses a quem não foi atribuído nome de rua… porque o seu bairrismo não cabe numa rua só, nem numa grande avenida, o pulsar dos seus corações, em espírito, continua a bater bem forte em todos os lugares desta terra, gente simples, altruísta, bairrista, por vezes até analfabeta.

Um livro com a lição de vida dos empreendedores, os industriais visionários, os seus sucessos, as suas adversidades, aqueles que deram os primeiros passos para que aqui tenha sido dado o grande arranque para a industrialização do mobiliário, para a criação da primeira grande loja de comércio do mobiliário, a grande escola de formação de marceneiros para a região, a origem, o berço da Capital do Móvel.

Um retrato da vida e obra de homens do desporto, autarcas e deputado de outros tempos, do teatro, das artes plásticas, gente a quem Freamunde muito deve e que com a edição deste livro muito lhe agradece. No final da cerimónia foram lidos poemas de António Rodela sobre sete freamundenses biografados neste livro, mas que já tinham sido retratados em sonetos deste poeta popular no livro Pedaços de Nós, editado há 20 anos e que deu origem a esta associação cultural.

Seja Assinante

Promovemos Freamunde em todo o mundo. ASSINE aqui e, por 25 euros ano, tenha acesso a todos os conteúdos sem limite.

Não excluímos ninguém. Se não pode pagar o valor acima indicado, visite-nos ao sábado entre as 10 e as 12h00, na Rua do Comércio 125, em Freamunde, para encontramos uma solução.