ESTAMOS
À ESPERA
casa das artes
2 anos 9 meses 3 semanas

No adeus a Júlio Guerra

Júlio de Sousa Lopes de Magalhães, para todos nós conhecido como o Júlio “Guerra” foi ontem a sepultar, aos 72 anos. O céu azul ganhou mais uma estrela que usou a estrelinha ao peito, com a camisola do Sport Clube de Freamunde.

Na sua juventude no lugar da Vista Alegre ali  jogou durante 2 anos, o tempo que ela existiu, na primeira equipa a competir no Campeonato Distrital de Iniciantes da A. F. Porto, dos 13 aos 15 anos. Uma equipa criada pelo paixão ao clube por Anselmo Marques, A. Vieira e Toninho Torres.

Depois, durante 2 anos não jogou futebol, reaparecendo a competir na equipa de juniores, treinada por Zeca Mirra, chegando a disputar a fase final do Nacional.

Sobe a sénior, juntamente com Eduardo Santos, Fernando Viana e Dias,  numa equipa treinada por Rola, estreando-se num jogo com o Paços de Ferreira, em que ganhamos com golos de João e Abel.

Foi Campeão Distrital da A. F. Porto, na época de 1969/1970, numa equipa treinada por Rola, sendo o Fernando Leal o Presidente do Sport Clube de Freamunde,  feito que voltou a conseguir na época de 1982/1983, numa equipa treinada por Zeca, sendo Armando Teles, o Presidente do nosso clube. Uma época em que mesmo jogando a central, ia lá à frente marcar golos de cabeça, após os célebres lançamentos laterais protagonizados por Brites, um jogador brasileiro também falecido precocemente. Da geração de 70 também já faleceu precocemente Luís Afonso, Ribeiro, Venâncio, Santana, Miguel e o seu irmão Justino “Guerra”. Acrescente-se que na época 70/71 disputou a 3ª divisão nacional com Santana a treinador-jogador.

Terminada a carreira de jogador passou a ser treinador-adjunto de Jorge Regadas, vindo mais tarde a ser treinador principal por um curto período de tempo. Foi também treinador de equipas da nossa região, como o Cristelo, Carvalhosa e Roriz, terra onde morava o seu irmão Justino “Guerra”.

A sua família os nossos pêsames e a nossa solidariedade.

Obrigado, Júlio “Guerra”.

________________________________________________________________________________________________

Por Pedro Ribeiro