ESTAMOS
À ESPERA
casa das artes
2 anos 9 meses 3 semanas 4 dias

Sobrosa no adeus prematuro do padre João de Deus

O Padre João de Deus Costa Jorge faleceu esta quinta-feira, dia 11 de Março, aos 62 anos de idade, vítima de doença prolongada. Foi ordenado a 12 de Julho de 1987 e desempenhou a sua missão nas Paróquias de Sobrosa, Cristelo, Duas Igrejas e Besteiros, todas do concelho de Paredes, tendo as comunidades paroquiais de Anta e Guetim (Espinho) sido as últimas em que esteve em missão como pastor abnegado. Esteve mais de 17 anos como pároco na Vila de Sobrosa, Paredes.
Comemorou a 12 de Julho de 2012 o seu 25.º aniversário de ordenação sacerdotal nesta freguesia, onde foi descerrada uma lápide alusiva a esta data, no Jardim da Residência Paroquial. Cerca de três dezenas de sacerdotes marcaram presença em Sobrosa neste dia, destacando-se o Rev. Pe. Zeferino Policarpo, Provincial dos Dehonianos em Portugal, e o Pe. Vitorino Soares, Vigário da Vara de Paredes.
Esteve também presente o Senhor D. António Taipa, Bispo Auxiliar do Porto, que recordou as memórias que guarda de Sobrosa e a grande amizade e consideração que tem pelo Padre João de Deus. Cerca de 300 pessoas estiveram presentes, entre os quais os seus familiares, amigos, paroquianos e representantes de instituições.
Anteriormente, a 7 de Junho, Assembleia de Freguesia de Sobrosa tinha aprovado um Voto de Louvor e Congratulação pela dinamização pastoral, social e cultural realizada em Sobrosa. Hoje a Junta de Freguesia de Sobrosa declarou três dias de luto pelo falecimento do Padre João de Deus.
O Padre João de Deus era um empreendedor e um grande incentivador dos seus paroquianos para o voluntariado e para a realizações de atividades que iam para além da missão pastoral. Era um homem que sentia e vivia a terra em toda a sua dimensão, um homem que “empurrava” a terra para a frente. Grande orador, conseguia facilmente a admiração por quem com quem ele se cruzava e o escutava. Era normal haver casais de outras paróquias que após assistirem a casamentos por si realizados também quererem a sua benção para os seus casamentos e batizados dos seus filhos. Os jovens gostavam muito dele, diziam que era um padre “muito à frente” que até usava o cabelo grande. Muitos encontraram em si o apoio que necessitavam na área da Psicologia e muitos outros receberam os seus ensinamentos nessa área como seus alunos na Universidade Católica.

Texto: Pedro Ribeiro

Foto: Espinho TV